Marketing digital: 4 pontos para impulsionar infoprodutos


Nos últimos anos, o marketing digital tornou-se peça fundamental para influenciadores e infoprodutores. Ele anda também muito presente em empresas que desejam ser atuantes no mercado online e se tornou algo que está diretamente ligado às escolhas pessoais que fazemos na hora de adquirir qualquer produto que seja.


Segundo a pesquisa Digital AdSpend, do IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau) em parceria com a Kantar Ibope Media, o investimento em publicidade digital alcançou R$ 30,2 bilhões no Brasil em 2021. Os números evidenciam que o marketing está totalmente ligado ao desempenho de um produto, de uma marca ou de um curso.


Existem quatro pontos do mercado aos quais quem deseja ter sucesso no ambiente digital ainda neste ano deve ficar atento:


1) Domínio do marketing para vendas

Criar um infoproduto pode parecer mais complicado do que parece, alguns aspectos devem ter atenção do criador para o sucesso do produto, e o marketing digital está diretamente ligado a esse movimento.


O infoprodutor deve, além de ter o produto consolidado, possuir uma estratégia de marketing construída e definida para seu produto. Ele deve ter pleno domínio nesses dois campos, para que assim possa potencializar o total de vendas que vai ter com determinada ação.


2) Consolidação do TikTok

O TikTok se tornou uma plataforma definitiva de vídeos curtos e publicidade, disputando diretamente esse espaço com o Instagram no quesito de preferência das ações de influenciadores e empresas. A rede social, que ganhou popularidade antes mesmo da pandemia, atingiu no ano passado a marca de 1 bilhão de usuários ativos mensais.


Os infoprodutores enxergaram mais uma forma de potencializar o alcance dos seus cursos, pela possibilidade de criar diversas maneiras de chamar a atenção do seu público-alvo e de interessados no TikTok, mas não deixando as outras redes sociais de lado.


3) Interatividade e personalização de conteúdo

Uma das grandes preocupações dos criadores de conteúdo, sejam eles influenciadores ou infoprodutores, é o engajamento do público quanto ao que é mostrado e principalmente a forma como é apresentado. Para muitos brasileiros, a porta de entrada para a interação com o digital acontece pelo celular - segundo dados do levantamento anual da FGV, o país possui atualmente 242 milhões de smartphones em uso.


Assim, cada vez maior é a preocupação quanto ao potencial da criação de infoprodutos personalizada e interativa, para que o conteúdo seja mais do que apenas uma aula ou um aprendizado e transmitido de forma diferente, tornando-se assim uma experiência única para quem o consome.


4) Criatividade

Pensar em maneiras criativas de explicar o conteúdo se torna muitas vezes um desafio, principalmente na criação de temas complexos, como é o caso de muitos infoprodutores.


Com o avanço da tecnologia e novas funções recorrentemente aparecendo nas redes sociais, os criadores de conteúdo devem se esforçar ao máximo para apresentar de forma diferente o conteúdo que, por muitas vezes, também é explorado por influenciadores, empresas ou especialistas no tema.


Por Gabriel Rockenbach

Via Administradores.com

0 comentário