A relatividade do sucesso


Nós, como profissionais e como seres humanos, almejamos o sucesso em todas as nossas esferas, seja profissional, social ou até mesmo familiar. Desejamos ser bons pais, bons amigos e bons profissionais. No entanto, ao longo da minha trajetória profissional, eu percebi que o sucesso é um termo relativo, baseado nos nossos objetivos e metas. Muitas pessoas me questionam sobre o segredo para alcançar o sucesso nos negócios, e eu sempre respondo com outra pergunta: o que é o sucesso pra você?


Cada um de nós possui um sucesso pessoal em nossos respectivos negócios. Por exemplo, o sucesso para você é ser rico? Se sim, então o segredo é encontrar formas de enriquecer. Se o seu sucesso for possuir uma empresa sólida, que tem o propósito de ajudar uma série de pessoas, uma empresa humana que respeita o próximo, então o segredo é trabalhar na filosofia do seu negócio, humanizar o seu atendimento e ser um exemplo para a sua equipe. O sucesso é muito relativo ao que você almeja para si – como profissional – e para a sua empresa.


Você não deve pensar no seu sucesso pessoal se a sua empresa não for só você, porque alcançar o sucesso enquanto a sua equipe – aqueles que estão à sua volta – não alcança é um tanto quanto injusto. O simples fato de um empresário construir uma empresa, uma marca, um negócio e conseguir abrir já é, por si só, um sucesso. Porque não é fácil: é um processo muito mais complicado do que parece.


Portanto, o sucesso é uma palavra complexa, com a qual não me identifico. Além disso, penso que o sucesso é algo que deve ser visto de forma pessoal, de acordo com as convicções e valores de cada indivíduo. Dessa forma, alcançá-lo se tornará mais fácil para você, como profissional, e para a sua empresa.


Por Rodrigo Alvite

Via Dicas Profissionais