Não reclamar é uma escolha poderosa



O tempo que temos nesta vida é a única moeda que possui valor. Diversas vezes jogamos isso fora, desperdiçamos minutos ou até o dia inteiro com uma única reclamação. Um desgaste mental com algo que não concordamos ou não aceitamos e com o qual ficamos presos. Você já parou para observar isso?

É impressionante a nossa capacidade de se queixar. De outro lado, um mapeamento feito com líderes de sucesso descobriu que estas pessoas não têm o hábito de se queixar. Não usam o tempo delas apenas se lastimando, se algo acontece, focam na saída e na resolução.

Muitos de nós se fixam no drama e entram na vitimização. E, assim começamos a contar e recontar o caso, porque isso nos dá fôlego para mostrarmos que estamos certos e o outro errado. Um círculo desnecessário e desgastante.

Não reclame e respire. Mesmo porque, não é só seu tempo que você gasta nesta lamúria, você desgasta áreas neurais importantes do cérebro, que poderiam ser empregadas para outras coisas, como positividade, soluções e a busca pelo sucesso.

Funcionamos como o nosso relato, na medida em que vamos contando uma história, acabamos acreditando nela. Se a pessoa tem o hábito de se lastimar muito, acaba crendo que é vítima, que existe injustiça, que é fraco e a única defesa que encontra está em se queixar.

Problemas existem, porém, o mais importante é o que você vai fazer com eles. Como vai agir? Solucionar? Resolver? Mudar? Uma dica é respirar fundo, não reclamar. Durante a respiração, nosso cérebro recebe informações que ajudam a nos conduzir à mudança emocional, a maior calma, além de aumentar também nossa percepção para encontrar soluções diante dos problemas.

Experimente mudar isso no dia a dia, trocar um lamento pela respiração. Quem sabe com esse exercício validamos o nosso sucesso?

A questão não é só perdermos o nosso tempo, mas o fato de direcionarmos os nossos neurônios para coisas inúteis, ao invés de os colocarmos para trabalhar positivamente. Se acreditamos no que contamos, mais vale contarmos histórias de sucesso e caminharmos por elas. O que escolhe para você?

Via Dicas Profissionais