Como ter motivação para agir?



A neurociência pode nos ajudar a entrar e permanecer em ação.

Alguma vez você precisou entregar um trabalho importante? E um objetivo que mudaria sua vida para melhor, já esteve diante de você? Sejam nas atividades do cotidiano ou naquelas com alta relevância, sempre somos convidados a alcançar determinado objetivo. Mas todas as vezes conseguimos realizar o que precisamos? É possível que você pense: “Nem sempre consigo...”. E isso tem impacto em nossas vidas.

Lao Tsé disse: “Saber e não fazer, ainda não é saber”. Com esse pensamento, podemos refletir sobre a importância da ação. Saber fazer é essencial, mas o conhecimento deve andar junto com a execução. E o que fazer quando sabemos da importância de agir, mas temos dificuldade em colocar em prática?

A neurociência já nos mostrou que nosso cérebro busca, naturalmente, recompensas imediatas, por conta do histórico da evolução humana. Nossos ancestrais tinham pouca perspectiva de futuro, assim, quando entendemos que uma recompensa está muito distante, seja pelo tempo necessário ou pela dificuldade, temos uma tendência a não agir. Então, precisamos gerar estratégias que nos ajudem a entrar e permanecer em ação. Uma delas é a seguinte: divida e comemore. Explicando: dividindo nossos objetivos em pequenas metas, temos a percepção de que a recompensa está próxima, então fica mais fácil agir. E logo após a realização da meta, ao comemorar, é liberado o neurotransmissor dopamina, ligado ao humor e entusiasmo. Dessa forma, a cada meta alcançada e comemorada, temos mais energia para continuar em ação. Entre em ação agora e realize seus objetivos!

Via Portal Administradores