top of page

Como um dia após o outro pode mudar o seu negócio


Todos podem ver o mar, mas poucos sabem para onde estão indo. É importante que finalmente todos entendam. Ainda existe abundância de dinheiro no mercado, mas também um medo excessivo diante de tudo o que está acontecendo. E esse medo faz com que as pessoas (isso mesmo, pessoas, não empresas) deixem de investir, gastar e de usar o dinheiro para movimentar o negócio.


E não importa se existe crise ou não. O que importa é como você reage um dia após o outro. Heráclito de Éfeso, filósofo grego, disse: “nenhum homem mergulha o pé no mesmo rio duas vezes”. Primeiro porque, ao mergulhá-lo pela segunda vez, o rio já não é mais o mesmo, as águas já mudaram. Segundo porque, o próprio homem já mudou.


Prever o futuro? Vários tentam, alguns chegam perto, mas poucos conseguem. Tão importante quanto prever o futuro é ter um foco matador no seu presente. As empresas e pessoas que têm prosperidade e sucesso trabalham em busca do seu melhor, em busca da excelência, de um presente que garanta seu futuro.


Apple, Google e Amazon, entre outras marcas, investem boa parte dos seus recursos em pesquisa e desenvolvimento. Em olhar o presente, identificar necessidade, oportunidades e desejos, trazer isso para dentro da empresa, alinhar com a missão do negócio e construir produtos ou serviços que por muitas vezes, nós nem sabemos que precisamos. Mas quando são lançados ao mercado, suprem alguma necessidade nossa.


Steve Jobs disse certa vez: “as pessoas não sabem o que elas querem até você mostrar a elas.” Por isso, por diversas vezes me pego pensando, e por mais vezes ainda sou questionado, sobre como desenvolver um negócio nos tempos atuais.


Para começar a mudar seu negócio, sugiro cinco passos fundamentais.


Primeiro, quando a consciência coletiva entende que as pessoas são o elemento mais importante do seu negócio. Pessoas criam coisas para pessoas, pessoas conectam-se com pessoas, pessoas relacionam-se com pessoas e pessoas lideram outras pessoas.


Atraia e retenha com você as melhores pessoas, os maiores talentos, dedique boa parte do seu tempo para isso. Pessoas excepcionais estarão contigo lado a lado, também buscando outras da mesma forma para suas equipes. E isso vira um ótimo ciclo vicioso em seu negócio. Sou um fanático por tecnologia, mas também alucinado por pessoas.


Segundo ponto. Faça a leitura correta do que acontece em seu negócio. De nada adianta saber tudo o que ocorre no mercado financeiro, político e econômico, se você não conhece sua empresa por dentro. Busque sempre a eficiência, o tempo todo. Lembre-se que um negócio é um organismo vivo. O que você faz quando seu colesterol está alto? Garanto que acompanha regularmente através de exames de sangue.


Agora, quantas vezes você avalia os indicadores da saúde de sua empresa? Pare de olhar somente as vendas, e veja também as despesas, custos e perdas. Além dos indicadores financeiros, fique atento também aos demais índices, como reclamações, participação de mercado, entre outros.


Terceiro ponto que sugiro: tenha sempre foco, isso é essencial. Existe um tsunami de informações que nos atinge diariamente. Isso é ótimo, mas tem seus ônus. Dedique-se a uma atividade, escolha o que você é bom e faça com foco. Há muito tempo uso a analogia do pato: ele voa, nada, anda, mas não faz nada disso direito.


Saiba escolher o que você vai absorver, o que vai fazer, direcionar a energia e as pessoas da sua empresa, quais os produtos e serviços que realmente serão oferecidos com o máximo de qualidade possível e que realmente vão mudar o mundo.


Quarto elemento. Determine quais serão os seus grandes sonhos. E mais importante do que isso, os compartilhe. Salários e benefícios são importantes, mas não seguram pessoas na empresa. Mas se elas também acreditam nos seus sonhos, ah meu amigo, aí sim você tem um time de sucesso em suas mãos. E, então, novos sonhos surgirão e o caminho do sucesso estará à sua frente.


Quinto ponto é aprender com os erros, mas valorize os acertos. Saiba que ninguém sai de casa pensando: “ah, hoje eu vou fazer o meu pior”. Todos sempre buscam fazer o seu melhor, mas a maioria só enxerga a parte ruim das pessoas (os erros). Dê publicidade aos acertos e internamente aprenda a não errar os mesmos erros. Erros acontecem, como reagimos a eles é o que difere um negócio do outro.


Por fim, mas, não menos importante. Todos os dias, acredite em você. Diariamente, 10% do que você faz é inspiração e os demais 90% transpiração, como dizia Thomas Edison. De nada adianta ter a ideia do milhão, o produto da década ou o serviço do milênio, se você não trabalhar, trabalhar e trabalhar.


E agora sou eu que pergunto: como um dia após o outro pode mudar seu negócio?


Por Anderson Ozawa

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page