Como montar um negócio em casa

Atualizado: Mai 14


Entre todas as opções que uma pessoa tem para empreender, montar um negócio em casa, em muitos casos, pode parecer das mais tentadoras (e viáveis no momento).


De acordo com a consultora de negócios Letícia Kim, “começar em casa é uma boa opção para enxugar custos e diminuir riscos”.


Mas é preciso ter atenção a alguns pontos para que a ideia possa funcionar. Acompanhe:


– Que tipos de negócios funcionam

Ao pensar em montar um negócio em casa, a primeira questão a ter em mente é que nem todo tipo de empresa pode funcionar apenas desde sua residência e, em alguns casos, inclusive, isso não é permitido, já que alguns tipos de negócio exigem alvarás específicos, que só podem ser liberados quando a instituição tem uma estrutura independente.


Certo, mas que tipos de negócios têm maior probabilidade de funcionar em casa? Sobretudo aqueles de natureza online.


Alguns exemplos:


  • E-commerce

  • Dropshipping

  • Marketing de afiliação

  • Marketing de influência (influencers, bloggers, youtubers, etc.)

  • Consultoria/coaching

  • Programação (informática/web)

  • Software as a Service (SaaS)

  • Desenvolvimento e/ou desenho de web

  • Aulas e tutorias virtuais

  • Venda de materiais formativos ou de entretenimento (e-books, infoprodutos, assinaturas, etc.)

  • Prestação de serviços (redação, coordenação de redes sociais, assistente virtual, etc.)


Por outro lado, é claro que os negócios em casa não estão limitados ao universo virtual. Costureiras, mecânicos, artesãos e arquitetos são exemplos de profissões tradicionais que também podem ser exercidas desde o conforto do próprio lar.


Independentemente da ideia de negócio, a questão é analisar fatores como:


  • Você vai necessitar espaço para o estoque de produtos?

  • Você vai necessitar espaço para receber clientes e/ou fornecedores?

  • Você vai precisar montar alguma estrutura específica para o desempenho das suas atividades?

  • É viável operar seu negócio desde sua residência


No seguinte tópico vamos falar mais sobre isso.


– Conhecimento e planejamento

Seja qual for o tipo de negócio que você deseja montar, buscar informações e planejar-se são passos fundamentais.


  • Descobrir quem são seus concorrentes, o quê oferecem e como;

  • investigar os hábitos e gostos do seu público-alvo;

  • imaginar estratégias para a divulgação do seu negócio;

  • pensar na logística de prestação do serviço, das entregas, dos pagamentos;

  • considerar que tipo de valor agregado você pode oferecer;

  • calcular gastos, investimentos e prazos de retorno.


Todas essas são questões que devem ser investigadas e analisadas com atenção, contribuindo para o êxito do seu negócio.


Afinal, não é porque a ideia é montar um negócio em casa que ele deve ser tratado com menos seriedade e dedicação. Pelo contrário. Como nesse caso, normalmente, estamos falando de empreendedores individuais, as chances de sucesso do seu negócio dependem ainda mais de você.


Mariana Dias, que é dona de uma loja de roupas online, exemplifica: “Eu que criei o site, eu que vou nos Correios, que embalo, faço todos os processos da loja. Eu sou a modelo, eu mesma faço minhas fotos, então, eu sou literalmente a empresa hoje.”


– Atenção ao seu espaço

Ao ter um negócio em casa, trabalhar recostado na cama ou estirado no sofá até pode ser possível. Mas não é o mais recomendável.


Segundo a consultora Letícia Kim, “a adequação de um espaço para você iniciar um negócio é primordial. Uma boa luminosidade para você fazer reuniões, receber telefonemas…”


Nesse sentido, é válido considerar o tipo de negócio que você deseja montar e pensar na estrutura que irá necessitar, por exemplo: um espaço para produção de peças, uma mesa para estudos, uma cadeira para sentar-se comodamente em uma postura adequada, um estúdio ou um espaço de estoque, etc.


Nessa etapa, avalie também os equipamentos que vai necessitar, como: computador, Wi-Fi ou repetidor, telefone, câmera, luminárias e outros, de acordo com o negócio que você queira montar.


Como você terá que utilizar essa estrutura dia a dia, o ideal é conseguir montá-la em um ambiente separado, como um escritório. Mas em caso de pouco espaço, também é possível pensar em uma estrutura reversível, que possa ser montada e desmontada conforme suas necessidades.


– Crie regras de trabalho

Outro desafio comum para quem quer montar um negócio em casa – ou apenas trabalhar em casa por algum tempo – é conseguir controlar as distrações: a geladeira, as redes sociais, a televisão, a família, os cuidados com a própria casa, etc.


Para manter-se focado no trabalho, é importante criar algumas regras pessoais, como:


  • estabelecer horários de trabalho e de pausa;

  • criar uma rotina para dias laborais (ex.: banho - café da manhã - trabalho - pausa - trabalho - almoço - etc.)

  • ter uma lista de tarefas ordenadas por prioridade;

  • separar a lista de tarefas do trabalho e a lista de tarefas pessoais e da casa.


Estudiosos do tema afirmam também que, em vez de trabalhar de pijamas, é válido vestir-se como se fosse sair para trabalhar, fazendo seu cérebro assumir mais facilmente essa mudança de atitude, do modo de descanso para o de atividade, ainda que permaneça em casa.


– Comprometa-se com o seu negócio

Divulgar o seu negócio, interagir com clientes e fornecedores, controlar as finanças. Um negócio em casa tem muitas características comuns com outros tipos de negócios, passa por desafios similares e exige igual dedicação.


A questão é ser persistente e determinado. Comprometa-se com o seu negócio. Planeje-se e comemore cada passo dado, cada conquista. Não desista frente aos desafios. Encare o seu negócio em casa com profissionalismo e dedicação e, certamente, os bons resultados virão.


Por Guia de Bolso

Via O Seu Dinheiro Vale Mais

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo