A transformação digital vai acabar com sua carreira?


Não entre em pânico! A transformação digital só vai acabar com a sua carreira se você fizer parte do grupo de profissionais que tem resistido a aceitar o fato de que as empresas precisam incorporar soluções de tecnologia aos processos. O objetivo delas é manter a competitividade, melhorando os resultados da companhia e aumentando a eficiência dos colaboradores. Muitos desses profissionais têm demorado a aderir ao novo momento por falta de conhecimento, por medo de se arriscar a sair da zona de conforto ou receio de errar.


Não dá para negar que, em virtude da digitalização dos negócios e processos, alguns cargos estão deixando de existir, enquanto outros surgem, e essa nova realidade tem gerados muitas alterações nas estruturas das empresas. Para você ter uma ideia, quase metade dos líderes de companhias do Brasil (46%) entrevistados pela Robert Half já sentiu o aumento do turnover na equipe, em decorrência da transformação digital.


A boa notícia é que esse mesmo estudo – Índice de Confiança Robert Half – aponta que, para promover a transformação digital, 74% dos líderes têm investido tempo para criar cooperação e colaboração entre as equipes. Mas, você, como colaborador, também pode e deve fazer a sua parte.


5 orientações para acompanhar a transformação digital


1. Busque ser estratégico – Independentemente do cargo que ocupe na empresa, não perca oportunidades de demonstrar sua capacidade de ir além do operacional, seja com a análise das situações, compreensão de fatos, visão do todo e resolução de desafios. Isso vai agregar mais valor ao seu perfil.

2. O momento é de oportunidade – Não há razão para pânico, se você encarar o novo momento como uma oportunidade para se qualificar, remodelar seu perfil, aderir às novas tecnologias e se diferenciar diante dos demais profissionais do mercado.

3.Avalie antes de resistir – Sempre que se vir diante de uma nova solução relacionada à transformação digital, procure saber de que forma ela vai agregar valor para a empresa, qual será sua participação no processo, como ela pode melhorar sua rotina de trabalho e da equipe e quais qualificações ela vai demandar de você.

4.Contribua para as melhorias – Ao lidar com as novas soluções de tecnologia, demonstre boa vontade para auxiliar as equipes responsáveis pela implementação dos processos, seja fazendo bom uso das ferramentas ou fornecendo feedbacks sobre necessidades de ajustes, funcionalidade e eficiência delas.

5.Engaje seus parceiros – Entenda que a transformação digital veio para ficar, então, aderir a ela é o melhor caminho para manter a empregabilidade. E, se você já está ciente desse fato, empenhe-se em conscientizar os seus parceiros de trabalho no lugar de fazer parte da famosa “turma do contra”.


Por Fernando Mantovani - diretor geral da Robert Half

Via Exame