HISTÓRIA DO COOPERATIVISMO

Os povos mais antigos, quando saíam em busca de alimento ou de abrigo, praticavam a ajuda mútua, para sobreviver. Os agricultores, artesãos e mercadores na China, Grécia e Egito, em união, buscavam uma melhor condição de vida. O cooperativismo baseia-se nisso, e bem lá no início da história humana, quando Deus criou o homem, em seguida deu ao primeiro homem, Adão, a mulher, Eva, como sua ajudadora (Gên. 2: 20). Esse é o primeiro exemplo de cooperação da história humana.

 

A primeira cooperativa oficial da história só surgiu no século XIX na cidade de Rochdale, povoado próximo de Manchester, na Inglaterra. 27 tecelões e uma tecelã que, ao passarem por uma difícil situação econômica, começaram a se reunir para discutir e encontrar, juntos, uma forma de melhorar suas vidas. E no dia 21 de dezembro de 1844 eles criaram uma cooperativa de consumo, que se chamou "Sociedade dos Probos Pioneiros de Rochdale".

 

Através desta cooperativa os associados tinham acesso à compra de alimentos, sem depender dos grandes comerciantes. Todo o funcionamento era orientado por princípios, que eram assumidos e respeitados por todos os associados. Esses princípios foram tão fortes e tão válidos, que até hoje, passados mais de 150 anos, influenciam todo o movimento cooperativista.

 

A França foi o berço das primeiras Cooperativas de trabalho. Influenciados pelos ideais dos ingleses de Rochdale, eis que surge a primeira cooperativa de trabalho, em Paris, que tinham por finalidade, confeccionar os uniformes da Guarda Nacional.

 

Criada em 1895, A. C. I. – Aliança Cooperativa Internacional, associação não governamental e independente, reúne, representa e presta apoio às Cooperativas e suas correspondentes organizações, objetivando a integração, autonomia e desenvolvimento do Cooperativismo. Foram umas das primeiras organizações não governamentais a ter uma cadeira na ONU – Organização das Nações Unidas. Atualmente sediada em Genebra, Suíça, que para orgulho dos brasileiros, tem na sua presidência o Professor Roberto Rodrigues, o primeiro não europeu a assumir esse cargo em mais de 100 anos de existência da organização. A sede da A.C.I. no Brasil fica na OCESP – Organização da Cooperativas do Estado de São Paulo.

HISTÓRIA DO COOPERATIVISMO NO BRASIL

Em 1847, inicia-se o movimento cooperativista no Brasil. O médico Francês Jean Maurice Faivre, juntamente com um grupo de europeus, fundou, nos sertões do Paraná, a colônia Tereza Cristina, que em bases cooperativistas, contribuiu na memória coletiva como elemento formador do florescente cooperativismo brasileiro.

 

Representando todo sistema cooperativista do Brasil, a OCB – organização das Cooperativas do Brasil, constituída no dia 2 de dezembro de 1969, durante o IV Congresso Brasileiro de Cooperativismo, que tem por objetivo principal, o fortalecimento do Cooperativismo.

 

Com o passar dos anos, mais pessoas foram aderindo e a noção de cooperativismo foi se adaptando aos novos tempos. A essência, no entanto, continua a mesma, cultura baseada na solidariedade, confiança e na ação coletiva. Dia Internacional do Cooperativismo: instituído em 1923 no Congresso da ACI é comemorado no primeiro sábado de julho de cada ano, a confraternização de todos os povos ligados pelo cooperativismo.